Capital da Notícia lança novas séries de textos de Jornalismo Opinativo

O portal Capital da Notícia lançou duas séries novas com textos de Jornalismo Opinativo. O projeto Contrapontos apresenta artigos que argumentam posições contrárias sobre temas que estão em discussão na sociedade, como a legalização da maconha, a prisão em segunda instância e a privatização dos Correios.

O projeto Crônicas de Busão traz olhares sobre o transporte coletivo de Curitiba, suas contradições e seus usuários. As duas séries são produções do terceiro período do curso de Jornalismo do UniBrasil Centro Universitário e foram realizadas na disciplina de Redação Jornalística III, que trabalha com jornalismo opinativo.

Os textos foram orientados e revisados pelo professor pesquisador Rodolfo Stancki, responsável pelo portal Capital da Notícia. “A experiência de argumentar e explorar seu olhar sobre temas polêmicos e espaços urbanos é interessante para os estudantes de jornalismo. Na atividade, eles precisam pesquisar para poder opinar, como é exigido na profissão”.

Clique aqui e leia os textos da série Contrapontos. 

Clique aqui e leia os textos da série Crônicas de Busão. 

Anúncios
Publicado em Capital da Notícia | Publicar um comentário

Curso de Jornalismo conquista oito prêmios no Sangue Novo

O curso de Jornalismo do UniBrasil Centro Universitário conquistou oito troféus na premiação do Sangue Novo na noite de quinta-feira, dia 3 de maio. O evento, promovido pelo Sindicato dos Jornalistas do Paraná, reconhece o talento de estudantes e professores da área no estado.

Entre os prêmios conquistados pela instituição estão quatro primeiros lugares, três segundos lugares e um terceiro. Para o professor Gabriel Bozza, o reconhecimento é uma honra para o curso. “Ficamos muito felizes por ver que nossos projetos estão ganhando destaque em prêmios como o Sangue Novo e a Expocom. Nossos alunos nos enchem de orgulho”.

Conheça os vencedores:

  • PRIMEIRO LUGAR NA CATEGORIA PRODUTO JORNALÍSTICO – JORNALISMO IMPRESSO – Tomodachi: revista sobre os descendentes de japoneses em Curitiba. Aluna responsável: Cinthia Takei, com orientação do prof. Paulo Camargo.
  • SEGUNDO LUGAR NA CATEGORIA PROJETO JORNALÍSTICO PARA WEB – PORTAL DE NOTÍCIAS – Portal Capital da Notícia Zona Leste. Projeto desenvolvido pela turma 5JOAN, sob orientação do prof. Rodolfo Stancki.
  • PRIMEIRO LUGAR NA CATEGORIA PROJETO JORNALÍSTICO PARA WEB – PORTAL DE NOTÍCIAS –
    Lombada Literária. Projeto da aluna Giovanna Faria, sob orientação do prof. Paulo Camargo.
  • TERCEIRO LUGAR NA CATEGORIA PROJETO JORNALÍSTICO PARA WEB – MÍDIAS SOCIAIS –  Gestão de mídias sociais do Capital da Notícia Zona Leste. Projeto desenvolvido pela turma 5JOAN, sob orientação do prof. Rodolfo Stancki.
  • PRIMEIRO LUGAR NA CATEGORIA RADIODOCUMENTÁRIOAmianto: a falta de consenso. Alunos responsáveis: Leonardo Gomes, Nycole Dias, Felippe Matheus, Thais Mendes, João Otoni, com orientação do prof. Gabriel Bozza.
  • CATEGORIA RADIODOCUMENTÁRIORefugiados, a pior crise humanitária do século. Alunos responsáveis: Marieli Prestes, Bruna Gazabin, Gabrielle Sversut, Yasmin Silva, Yasmin Ferreira, Marcela Detoni, com orientação do prof. Gabriel Bozza.

Confira abaixo as fotos do evento:

Publicado em Prêmios | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Cursos de Jornalismo e Direito promovem evento sobre fake news

Primeiro Post.jpg

Na próxima sexta-feira (04/05), os cursos de Jornalismo e Direito do UniBrasil Centro Universitário promovem a mesa redonda “Como lidar com as fake news?”. O evento pretende debate o fenômeno urgente das notícias falsas e suas implicações nas esferas do Jornalismo e do Direito.

Participam do evento o Prof. Ms. Rui Bittencourt (docente dos cursos de Jornalismo e Direito do UniBrasil), a jornalista Josianne Ritz (portal Bem Paraná) e o advogado Paulo Ferraciolli (doutorando em Ciência Política da UFPR, que investiga o tema em sua tese).

O evento ocorre às 19h no auditório Renê Dotti, no último andar do bloco 06. Não há necessidade de inscrição. Haverá emissão de certificados para os participantes.

Publicado em Eventos, Extensão, Notícias, Professores | Publicar um comentário

Alunos de Jornalismo lançam nova série de obituários no portal Capital da Notícia

Alunos do quinto período do curso de Jornalismo do UniBrasil Centro Universitário realizaram uma série de matérias especiais de obituários para a disciplina de Redação Jornalística V, ministrada pelo professor Rodolfo Stancki. O projeto “Vidas que Marcaram” consiste em contar histórias de personagens curitibanos desconhecidos que morreram nos últimos cinco anos.

Este é o segundo ano do projeto, que mescla produções noticiosas com técnicas de redação de Jornalismo Literário. Os textos estão disponíveis para leitura no portal Capital da Notícia, o jornal laboratório do curso (e podem ser acessados clicando aqui).

Para o professor Rodolfo, o especial de obituários “Vidas que Marcaram” coloca os alunos de frente com a prática de apuração e redação jornalística. “Trata-se de um exercício que presta um serviço importante às famílias dessas pessoas que morreram. Também faz com que os estudantes lidem com temas delicados como a emoção de perder alguém, o que estimula o respeito com o próximo”, comenta.

Clique aqui e leia os textos do segundo ano da série especial de obituários “Vidas que Marcaram”, do Capital da Notícia. 

Publicado em Capital da Notícia | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Curso de Jornalismo tem oito finalistas no prêmio Sangue Novo

sanguenovoO curso de Jornalismo do UniBrasil Centro Universitário conta com oito trabalhos finalistas no tradicional prêmio Sangue Novo 2018, que está em sua 22º edição. O Sangue Novo é a principal premiação a trabalhos acadêmicos do estado, promovido há 22 anos pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná. O prêmio tem como objetivo reconhecer os melhores trabalhos acadêmicos de todas das universidades públicas e privadas do estado.

Confira os projetos finalistas:

  • CATEGORIA PRODUTO JORNALÍSTICO – JORNALISMO IMPRESSO – Tomodachi: revista sobre os descendentes de japoneses em Curitiba

Aluna responsável: Cintia Takei, com orientação do prof. Paulo Camargo.

Projeto desenvolvido pela turma 3JOAD, sob orientação do prof. Rodolfo Stancki.

  • CATEGORIA PROJETO JORNALÍSTICO PARA WEB – PORTAL DE NOTÍCIAS – Portal Capital da Notícia Zona Leste

Projeto desenvolvido pela turma 5JOAN, sob orientação do prof. Rodolfo Stancki.

  • CATEGORIA PROJETO JORNALÍSTICO PARA WEB – PORTAL DE NOTÍCIAS –

    Lombada Literária

Projeto da aluna Giovanna Faria, sob orientação do prof. Paulo Camargo.

  • CATEGORIA PROJETO JORNALÍSTICO PARA WEB – MÍDIAS SOCIAIS –  Gestão de mídias sociais do Capital da Notícia Zona Leste

Projeto desenvolvido pela turma 5JOAN, sob orientação do prof. Rodolfo Stancki.

  • CATEGORIA RADIODOCUMENTÁRIO– Amianto: a falta de consenso

Alunos responsáveis: Leonardo Gomes, Nycole Dias, Felippe Matheus, Thais Mendes, João Otoni, com orientação do prof. Gabriel Bozza.

  • CATEGORIA RADIODOCUMENTÁRIO– Refugiados, a pior crise humanitária do século

Alunos responsáveis: Marieli Prestes, Bruna Gazabin, Gabrielle Sversut, Yasmin Silva, Yasmin Ferreira, Marcela Detoni, com orientação do prof. Gabriel Bozza.

  • CATEGORIA RADIOJORNAL LABORATÓRIO –  Radiojornal Capital da Notícia Zona Leste

Projeto desenvolvido pela turma 5JOAN, sob orientação do prof. Gabriel Bozza.

 

Publicado em Capital da Notícia, Prêmios | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Acadêmicos prestam assessoria de imprensa para instituição de apoio aos imigrantes

2.png

O curso de Jornalismo firmou uma parceria com a instituição “O Planeta é um Só” para a prestação de assessoria de imprensa. A iniciativa, ligada à disciplina Laboratório de Assessoria de Imprensa, visa aplicar na prática os conceitos aprendidos aula com experiências reais de assessoria.

“O Planeta é um Só” é um movimento social de apoio a migrantes, refugiados e apátridas que realiza encontros mensais e atividades programadas para acolher as diferentes culturas e incentivar a integração dos estrangeiros na sociedade. O trabalho de assessoria pretende dar apoio à comunicação da instituição com o público-alvo e com a imprensa, além de produzir materiais institucionais como vídeos, spots de rádio e posts para redes sociais.

Para a professora que ministra a disciplina, Elaine Javorski, esse trabalho pretende não só mostrar aos alunos como funciona uma assessoria de imprensa mas também despertar a curiosidade sobre temas importantes tratados por organizações do terceiro setor. “Aproximar os acadêmicos dos temas ligados à questão das migrações incentiva a efetivação de um jornalismo mais humano e que tem como finalidade a prestação de serviço e o desenvolvimento social de minorias como essas”, explica.

1

Alunos do 7JOAD participam do encontro mensal d’O Planeta é um Só no Instituto Tibagi.

Publicado em Eventos, Extensão | Publicar um comentário

Jornalismo digital e cultura geek foram temas de palestra ministrada por egresso da Escola de Comunicação

Na última segunda-feira, dia 19 de março, o jornalista Lucio Woytovicz Junior conversou com alunos da Escola de Comunicação do UniBrasil – Centro Universitário sobre jornalismo e cultura geek. O profissional é especialista em produção de conteúdo digital e criador do portal Sintonia Geek. O bate-papo ocorreu na sala 29 do bloco 2.

Lucio é egresso se formou em Jornalismo no UniBrasil Centro Universitário em 2012, tem pós-graduação em mídias digitais. Atualmente trabalha como gerente de mídias digitais no Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR).

No encontro com os alunos de jornalismo, o egresso explicou a diferença entre o jornalismo tradicional e jornalismo digital. “Jornalismo tradicional é quando o jornalista tem foco na notícia e faz a matéria com lead, sub-lead. No jornalismo digital, o jornalista deve focar no conteúdo, web-writing, multimídia e análise de dados”. Ele diz que conhecer bem a escrita digital é importante para o currículo e “abre muitas portas.”

Outro tema retratado por Lucio foi a cultura geek, voltada para o consumo de produtos culturais populares que marcam a identidade de jovens e adultos há algumas décadas. “Há alguns anos, chamávamos de nerds as pessoas que estudavam muito e os geeks eram pessoas que programavam computadores. Hoje, isso está bem mais misturado, mas ainda há uma noção pejorativa sobre o termo nerd”, explica ele, que também apresentou o site em que trabalha como um produto voltado inteiramente para cultura geek.

O evento foi o primeiro passo para a formação de uma parceria entre o curso de Jornalismo e o portal de notícias culturais “Sintonia Geek”, que será coordenado pelo palestrante.

Por Jenyfer Martins / RadioWeb UniBrasil

Publicado em Egressos, Eventos | Publicar um comentário