Alunos da Escola de Comunicação participam da gravação do Altas Horas

Na última quinta-feira (28), os alunos de Jornalismo Cris Souza, Jennifer Tereza, Jenyfer Martins, Paulo Metling e Victória Fontana, do 6° período, participaram da gravação do programa Altas Horas, da Rede Globo. A ida à emissora faz parte da cobertura e registro da visita técnica de estudantes de Publicidade e Propaganda ao Instituto Verificador de Comunicação (IVC).

 

Galera 2

Além do IVC, os alunos puderam visitar a Biblioteca Mario de Andrade e depois seguiram até os estúdios da Rede Globo na capital paulista. Na chegada à emissora puderam acompanham como é o funcionamento dos bastidores do programa, que tem uma das maiores audiências da TV no país.

Participar da gravação do programa foi uma experiência positiva para Victória Fontana, que se identifica com a linguagem e os bastidores da TV. “Acredito que esta experiência irá acrescentar muito conhecimento na produção de nossos programas de estúdio e até mesmo a maneira de comportarmos com as câmeras e convidados”, afirma.

Os alunos ainda acompanharam a maneira como o apresentador conduz o programa, à disposição dos entrevistados, das câmeras, a interação da plateia e convidados. Além de perceberem os equipamentos de áudio e vídeo que são utilizados pela produção na criação de um produto de qualidade para o telespectador.

O programa Altas Horas, comandado por Serginho Groisman, vai ao ar no dia 14 de outubro após o humorístico Zorra. Alunos dos cursos de Publicidade e Propaganda e Design do UniBrasil também estarão na plateia.

** Texto de Cris Souza e Paulo Metling/ Fotos de Cris Souza, Paulo Metling e Victoria Fontana / Agência Experimental Interage

Anúncios
Publicado em Notícias | Publicar um comentário

Revista de Comunicação abre chamada para artigos

A Revista Cadernos da Escola de Comunicação (ISSN 1679-3366), do UniBrasil Centro Universitário, está recebendo artigos, resenhas e entrevistas para sua edição de número 15. O prazo vai até dia 23 de outubro de 2017.

revista4

A revista é dirigida a pesquisadores, professores, profissionais e estudantes, e aceita a colaboração de doutores e mestres (ou doutores e mestres em coautoria com mestrandos, mestres e graduados) para a produção de artigos, entrevistas e resenhas de livros (específicos da área da Comunicação, Design e Arquitetura e publicados no máximo há 2 anos).

O escopo da revista se centraliza nos temas abordados nas seguintes linhas:

  • Comunicação – análises de produtos e fenômenos comunicacionais em suas diversas nuances (éticas, estéticas, formais, narrativas, discursivas, organizacionais, históricas);
  • Design – reflexões acerca da concepção, produção, teoria e crítica do design. Análises e projetos que envolvam as diversas áreas do Design (cultura, educação, sustentabilidade, gestão, ergonomia, design de informação, design digital, design gráfico e de produto, materiais);
  • Arquitetura – reflexões relacionadas à cultura arquitetônica brasileira contemporânea, mundo digital, cinema, educação, ambientes construídos e vida urbana;
  • Literatura – estudos que proponham diálogos com outras expressões artísticas.

Recentemente, a revista passou por reformulação em seu corpo editorial e corpo científico, formado por professores doutores de instituições de ensino superior brasileiras e estrangeiras.

A análise dos artigos recebidos pela Revista Cadernos da Escola da Comunicação tem como base o sistema double blind review. Os artigos recebidos são inicialmente apreciados pelos editores e, ao estar de acordo com o escopo da Revista, com as normas para publicação e considerados como potencialmente publicáveis, são encaminhados, anonimamente, para os membros do corpo científico escolhidos pelos editores. Após a análise do artigo, os autores são notificados sobre a decisão do corpo científico.

Interessados em submeter artigos, resenhas e entrevistas devem consultar as informações necessárias nos links indicados e submeter o artigo em duas versões (com ou sem autoria) para a editora chefe da revista: mauramartins@gmail.com

Informações importantes:

Normas editoriais

Edições anteriores

Publicado em Notícias | Publicar um comentário

Oficina de texto discute poesia e criatividade com muita descontração

Atividade fez parte da programação do XIV Ciclo de Debates, a semana acadêmica do curso de Jornalismo do UniBrasil Centro Universitário

Um dos destaques da programação do XIV Ciclo de Debates, evento de Jornalismo que ocorreu entre os dias 25 e 27 de setembro, foi a oficina de texto criativo. Ministrada pelo escritor Alvaro Posselt, poeta minimalista, a atividade ocorreu no dia 26 de setembro, das 21h às 22h.

Posselt já trabalhou como professor de língua portuguesa e é conhecido por poetizar os muros de Curitiba. Ele já lançou cinco livros de poesia – “Tão Breve Quanto o Agora”, “Um Lugar Chamado Instante”, “Entre Arranhões” e “Lambicadas – Haicais” e “Gatos,  Kaki” – e um infantil chamado “Sopa do Sapo”.

Na oficina, o autor trabalhou com técnicas de produção de haicais, pequenos poemas pelos quais é conhecido. Com origem japonesa, esse tipo de escrita chegou ao Brasil ainda no século 20. Desde que começou a escrever, o poeta se dedicou à métrica oriental, além de incluir como regra a referência às estações do ano em suas produções.

Segundo Posselt, as menções às estações podem ocorrer de forma explícita (citando-as) ou por meio de uma série de palavras que, por convenção, servem como expressão de determinada fase do ano. O autor encerrou sua oficina de forma descontraída, sugerindo que o público presente escrevesse haicais com métrica livre, incentivando o lado criativo dos alunos. Depois, aproveitou para expor uma amostra do conteúdo dos seus livros.

Por Anna Paula França e Victor Hugo Manfre/Alunos do segundo período de Jornalismo

Publicado em Notícias | Publicar um comentário

Oficina ensina dicas de edição de vídeo para alunos de Jornalismo do UniBrasil

Oficina de edição de vídeo XIV Ciclo de Debates.jpg

Atividade fez parte da programação do XIV Ciclo de Debates, que ocorreu entre os dias 25 e 27 de setembro

Editor de vídeos institucionais, Anderson Ramalho ministrou uma oficina sobre técnicas de edição para estudantes de Jornalismo no UniBrasil durante o XIV Ciclo de Debates, a semana acadêmica do curso. A atividade ocorreu na última terça-feira, das 21h às 22h30.  Na ocasião, o profissional explicou as principais funções e ferramentas usadas para editar e fez um passo a passo com algumas dicas para o público.

Em uma fala inicial, Ramalho explicou que um editor de vídeos precisa, primeiramente, dominar diferentes tipos de softwares, como o Adobe Premiere. Para aprender, no entanto, é preciso de muita prática. “Uma pessoa pode dominar softwares com a ajuda de tutoriais no YouTube, por meio de manuais ou com a ajuda de professores. Mas para ter maestria na edição é preciso entender os conceitos usados no trabalho, além de criar seus próprios processos.”

Durante a oficina, o editor ensinou como trabalhar com a tela verde de chroma key. Muitos alunos, que tiveram dificuldades com a edição de vídeo e precisaram de ajuda no convidado.

Por Giancarlo Mazza / Aluno de Redação Jornalística II.

Publicado em Notícias | Publicar um comentário

Profissionais debatem estratégias para cobrir diferentes áreas do jornalismo segmentado

Ciclo de Debates Jornalismo UniBrasil (3)

Da esquerda para a direita: Lucio André (RIC TV), Heitor Hayashi (AgRural Commodities Agrícolas), Rodolfo Stancki (professor UniBrasil) e Daliane Nogueira (Revista Hauss).

Mesa de discussão ocorreu durante o segundo dia do XIV Ciclo de Debates, a semana acadêmica do curso de Jornalismo do UniBrasil

O jornalismo segmentado foi tema de uma mesa de debates durante a última terça-feira, dia 26, no UniBrasil Centro Universitário. O evento fez parte da 14ª edição do Ciclo de Debates, a semana acadêmica do curso de Jornalismo. A discussão contou com a presença dos profissionais Heitor Hayashi, egresso do UniBrasil que trabalha com jornalismo na AgRural Commodities Agrículas; Lúcio André de Oliveira, que cobre a área policial na RIC TV; e Daliane Nogueira, editora da Revista Haus, do jornal Gazeta do Povo.

Para a estudante Miriam Villa, que organiza o evento e presta assessoria de imprensa, a palestra buscou expandir os temas que são discutidos em sala de aula, abrangendo mais conhecimentos para os alunos de Jornalismo. Na ocasião, por exemplo, foram apresentadas muitos desafios e conflitos da cobertura localizada.

Daliane Nogueira discutiu como há conflitos de interesse na área de decoração, pois é preciso preservar as fontes e os investidores da revista. Segundo ela, o mais importante é ouvir todos os lados e ter responsabilidade para não cometer nenhum tipo de injustiça.

Heitor Hayashi comentou sobre a dificuldade de escrever sobre agricultura em um momento em que há muita gente produzindo conteúdo de graça sobre o tema no Brasil. “Precisamos nos diversificar. atuando como consultores e escrevendo artigos também”, conta.

Para Lucio André, o trabalho com uma área segmentada é sempre acidental. Ele, que se tornou repórter por acaso, diz que precisou se adaptar ao mercado. “O mais importante é estar aberto para trabalhar com o que aparecer e se dedicar, com ética e cuidado, ao conteúdo que fizer”.

Ciclo de Debates Jornalismo UniBrasil (1)

Foto dos convidados com o público da mesa sobre Jornalismo Segmentado no UniBrasil.

A acadêmica do oitavo período de Jornalismo Gabriela Stall avalia que a palestra foi fundamental para formar novos pontos de vista. “Assim, temos uma nova noção de áreas que não conhecemos bem”, diz. A programação do XIV Ciclo de Debates acabou no último dia 27 de setembro.

Por Fernanda Facchini e Renata Colombo / Alunas de Redação Jornalística II. 

Publicado em Notícias | Publicar um comentário

Em abertura do XIV Ciclo de Debates, profissionais discutem atuação de jornalistas com outras áreas do mercado

Ciclo de Debates Jornalismo UniBrasil

Da esquerda para a direita: Lucian Woytovicz (Candy Shop), Viviane Favretto (Prefeitura de Curitiba), Gabriel Bozza (mediador), Marcelo Dias Lopes (RPC TV)

A 14ª edição do Ciclo de Debates, a semana acadêmica do curso de Jornalismo do UniBrasil Centro Universitário, teve início na última segunda-feira, dia 25 de setembro. Organizada pelos alunos do 8º período, a programação começou com a mesa de debates “Fronteiras do Jornalismo com outras áreas da comunicação”. O tema foi discutido com a presença dos palestrantes Lucian Woytovicz, coordenador de mídias sociais na agência publicitária Candy Shop; Viviane Favretto, jornalista atuante na comunicação da Prefeitura de Curitiba; e Marcelo Dias Lopes, diretor de conteúdo na RPC TV.

A palestra surgiu para discutir a atuação dos profissionais de jornalismo em outras áreas do mercado de trabalho, como na publicidade, no marketing e nas mídias sociais. Para Marcelo Dias Lopes, o segredo para ter sucesso em qualquer área da comunicação é conhecer o público-alvo. “O melhor caminho é saber com quem você está falando e qual meio está utilizando para isso. Isso tudo define a forma como você deve se comunicar com o seu público. Na TV, por exemplo, a gente investe muito em pesquisa, em saber quem é o público de determinado programa em determinado horário para sabermos com quem estamos falando”, explicou.

Para Viviane Favretto é importante experimentar diversos formatos na área de comunicação. “Alguns são mais eficientes que outros. É uma questão de descoberta. A gente vai experimentando e mudando”, afirma.

Lucian Woytovicz reforçou o conselho dos colegas na mesa. “Você adapta a sua linguagem ao meio e ao público que você pretende atingir. É na base da tentativa e erro, até acertar em uma vertente que se mostra mais eficaz para atingir o público-alvo. O desafio é justamente entender com quem você está falando e por qual meio. Isso ajuda você a adequar a sua mensagem ao canal que está utilizando para transmiti-la”, conta.

Independente da área em que o estudante de jornalismo deseja se destacar no mercado de trabalho, o aconselho dos palestrantes é manter boas relações e abastecer a bagagem cultural. “Não adianta você ter um conhecimento acadêmico gigantesco se você não tem uma bagagem cultural para aplicar no seu trabalho. A gente tem que ter muita dúvida, porque é tendo dúvida que você consegue gerar curiosidade nas pessoas. Essa curiosidade se torna interesse e, o interesse, engajamento”, explica Lucian.

Mesa.jpg

Público tira foto com os palestrantes no primeiro dia do XIV Ciclo de Debates.

“Você tem que ter boas relações para se desenvolver no mercado. Ser uma pessoa do bem proporciona resultados positivos no futuro”, afirma Viviane. Dias Lopes concorda: “Conhecimento, cultura e bom senso são fundamentais para se destacar. Principalmente numa época onde todo mundo se impõe em redes sociais”. O Ciclo de Debates vai até o dia 27 de setembro e tem uma programação repleta de oficinas e debates sobre o mercado de trabalho no Jornalismo.

Por Carol Bispo e Luannah Marrocos / Alunas de Redação Jornalística II. 

Publicado em Eventos, Notícias | Publicar um comentário

Inscrições para o XIV Ciclo de Debates estão abertas

21743285_748544298684077_3871660686720465385_n

O curso de Jornalismo do Centro Universitário UniBrasil promove a 14ª edição do Ciclo de Debates entre os dias 25 e 27 de setembro. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pela plataforma Sympla (clique aqui e acesse).

A abertura será com o tema “Fronteiras do jornalismo com outras áreas da comunicação” e começa às 20h15, no auditório Barão do Serro Azul, no bloco 5. Quem comanda a mesa são os jornalistas Marcelo Dias Lopes da RPCTV; Lucian Woytovicz da agência de propaganda Candy Shop; e Viviane Favretto, da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Curitiba.

Na terça-feira, a mesa-redonda começa às 19h no Auditório René Dotti, no bloco 6, para debater sobre as fronteiras enfrentadas pelo jornalismo segmentado. Os convidados são: Heitor Hayashi, que trabalha com jornalismo rural pela AgRural Commodities Agrícolas; Lúcio André de Oliveira, que trabalha com jornalismo policial para a RICTV; João Rodrigo Maroni, da Defensoria Pública do Estado do Paraná, e a Daliane Nogueira, da revista Haus, que pertence à Gazeta do Povo.

No segundo horário acontecem quatro oficinas de produção de vídeo para o YouTube, com Montalvão e Bianca Torres; Exposição e bate-papo com o chargista Benett; postura para jornalistas em frente às câmeras com a Luíza Vaz; e escrita criativa com o escritor Alvaro Posselt.

No último dia de evento, a mesa debate sobre as fronteiras da assessoria de imprensa no Auditório Barão do Serro Azul, no bloco 5, a partir das 19h. Os convidados são: Maria Sandra Gonçalves, da OAB Paraná; Gabriela Titon, que é proprietária da Ninna Conteúdo e a Emelin Leszcynsk da Polícia Civil do Estado do Paraná.

Três oficinas fecham o Ciclo com os temas Produção sob pressão com a jornalista Daiane Andrade da BandNews, Edição de vídeo com Anderson Ramalho e a segunda edição da oficina de postura para jornalistas em frene às câmeras, desta vez com o Emanuel Pierim que é repórter da RICTV e apresentador da BandNews.

Mais informações sobre o Ciclo de Debates podem ser obtidas na página oficial do evento no Facebook.

Confira o cronograma de oficinas:

26/09: Anderson Ramalho já trabalhou como editor de imagem na Rede Massa e dará uma breve oficina sobre a arte da edição de vídeos. Local ainda a definir.

26/09: O chargista e cartunista Alberto Benett conversará com o público a partir das 21h, na sala 23 do bloco 2, após abrir uma exibição com suas charges e tiras mais famosas.

26/09: A partir das 21h o professor de língua portuguesa para estrangeiros, Alvaro Posselt, estará na sala 22 do bloco 2 para dar uma oficina sobre escrita criativa.

27/09: O bate-papo da rotina de produção sob pressão será com a Daiane Andrade, que é egressa do UniBrasil e apresentadora da BandNews Curitiba a partir das 21h na sala 21 do bloco 2.

27/09: O Youtuber Montalvão tem dois milhões de inscritos e o seu canal tem foco em gameplays de jogos e vlogs do dia-a-dia. A palestra começa às 21h na sala 21 do bloco 2, e falará sobre a produção de vídeos para o YouTube.

27/09: A oficina de postura para jornalistas em frente às câmeras começa às 21h na sala 23 do bloco 2, com o jornalista e repórter da RICTV Curitiba Emanuel Pierim.

Visita guiada

Nesta edição do Ciclo de debates convidamos você a participar das visitas nas redações da RICTV, Rádio Jovem Pan e a Revista Top View do Grupo RIC. Para participar é muito fácil. É só realizar a inscrição no link: https://www.sympla.com.br/xiv-ciclo-de-debates—visitas__192107 e confirmar presença.

Todos os inscritos devem estar em frente a RICTV no dia 27/09 às 09h da manhã. Não serão aceitos atrasos, e é necessário chegar 15 minutos antes do horário previsto para visitação.

Mirian Villa / Assessoria de imprensa do XIV Ciclo de Debates

Publicado em Notícias | Publicar um comentário