Em abertura do XIV Ciclo de Debates, profissionais discutem atuação de jornalistas com outras áreas do mercado

Ciclo de Debates Jornalismo UniBrasil

Da esquerda para a direita: Lucian Woytovicz (Candy Shop), Viviane Favretto (Prefeitura de Curitiba), Gabriel Bozza (mediador), Marcelo Dias Lopes (RPC TV)

A 14ª edição do Ciclo de Debates, a semana acadêmica do curso de Jornalismo do UniBrasil Centro Universitário, teve início na última segunda-feira, dia 25 de setembro. Organizada pelos alunos do 8º período, a programação começou com a mesa de debates “Fronteiras do Jornalismo com outras áreas da comunicação”. O tema foi discutido com a presença dos palestrantes Lucian Woytovicz, coordenador de mídias sociais na agência publicitária Candy Shop; Viviane Favretto, jornalista atuante na comunicação da Prefeitura de Curitiba; e Marcelo Dias Lopes, diretor de conteúdo na RPC TV.

A palestra surgiu para discutir a atuação dos profissionais de jornalismo em outras áreas do mercado de trabalho, como na publicidade, no marketing e nas mídias sociais. Para Marcelo Dias Lopes, o segredo para ter sucesso em qualquer área da comunicação é conhecer o público-alvo. “O melhor caminho é saber com quem você está falando e qual meio está utilizando para isso. Isso tudo define a forma como você deve se comunicar com o seu público. Na TV, por exemplo, a gente investe muito em pesquisa, em saber quem é o público de determinado programa em determinado horário para sabermos com quem estamos falando”, explicou.

Para Viviane Favretto é importante experimentar diversos formatos na área de comunicação. “Alguns são mais eficientes que outros. É uma questão de descoberta. A gente vai experimentando e mudando”, afirma.

Lucian Woytovicz reforçou o conselho dos colegas na mesa. “Você adapta a sua linguagem ao meio e ao público que você pretende atingir. É na base da tentativa e erro, até acertar em uma vertente que se mostra mais eficaz para atingir o público-alvo. O desafio é justamente entender com quem você está falando e por qual meio. Isso ajuda você a adequar a sua mensagem ao canal que está utilizando para transmiti-la”, conta.

Independente da área em que o estudante de jornalismo deseja se destacar no mercado de trabalho, o aconselho dos palestrantes é manter boas relações e abastecer a bagagem cultural. “Não adianta você ter um conhecimento acadêmico gigantesco se você não tem uma bagagem cultural para aplicar no seu trabalho. A gente tem que ter muita dúvida, porque é tendo dúvida que você consegue gerar curiosidade nas pessoas. Essa curiosidade se torna interesse e, o interesse, engajamento”, explica Lucian.

Mesa.jpg

Público tira foto com os palestrantes no primeiro dia do XIV Ciclo de Debates.

“Você tem que ter boas relações para se desenvolver no mercado. Ser uma pessoa do bem proporciona resultados positivos no futuro”, afirma Viviane. Dias Lopes concorda: “Conhecimento, cultura e bom senso são fundamentais para se destacar. Principalmente numa época onde todo mundo se impõe em redes sociais”. O Ciclo de Debates vai até o dia 27 de setembro e tem uma programação repleta de oficinas e debates sobre o mercado de trabalho no Jornalismo.

Por Carol Bispo e Luannah Marrocos / Alunas de Redação Jornalística II. 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Eventos, Notícias. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s